terça-feira, 4 de outubro de 2011

As missões de paz da ONU não deveriam existir

As missões de paz da ONU procuram estabilizar o país onde a missão está instalada, pacificar grupos rebeldes e promover a democracia no país. Mas quem disse que em todos esses anos de missões ela conseguiu fazer isso? Abaixo, alguns motivos pela qual a ONU deveria sair de cena e ficar no cantinho dela:

 - No Haiti desde 2004, o máximo que conseguiram em 7 anos de missão foi realizar uma votação mais ou menos bem-sucedida.

 - Em vez de contribuir com a paz, contribuiu com um surto de cólera que matou 3.300 haitianos e infectou mais de 150 mil. A contaminação veio de tropas nepalesas da ONU.

 - As ajudas humanitárias, coordenadas pela ONU, são mal administradas, havendo uma distribuição ineficaz, sendo que certos grupos recebem as doações e outros não.

 - Grupo de haitianos atacam com frequência o acampamento da ONU e pedem que a missão se retire de lá. O recado é claro: "estava ruim sem vocês, mas agora ficou pior."

 -  A abordagen das tropas em países como Congo, Timor Leste, algumas regiões do Paquistão e Índia acaba com qualquer resquício de autonomia regional

 - Já deixou o Sudão sem política habitacional ou educacional alguma.

 - Não há nenhum país que tenha se tornado estável, minimamente democrático e desenvolvido depois da atuação das Nações Unidas.

A ONU poderia agir de uma melhor forma, garantindo que as doações e mantimentos chegassem a toda a população com um monitoramento mais eficaz. Nada de comitês, chefes de missão com mais poder do que o presidente local.

____
Mark Schuller é um antropólogo de Nova York e está escrevendo um livro sobre a atuação da ONU no Haiti.

4 comentários:

Anônimo disse...

Timor Leste atrapalhado???
e Angola???
creio que falta profundidade nas suas afirmações

Juca disse...

Anônimo, desde a independencia do Timor Leste as tropas de paz da ONU estão no país com muitos voluntarios, comitês e chefes de missão que exercem mais poder do que o presidente local. Isso não atrapalha a autonomia do país? Fora que as ajudas humanitárias e doações não chegam a toda a população. Seria melhor oferecer suporte ao país à distancia, garantindo que mantimentos e doações cheguem ao lugar, sem precisar está instalado no país. A Angola pode ser uma situação à parte, não a citei como sendo atrapalhada.

Anônimo disse...

Qual desses paises voce ja foi ou de qual missão voce participou pra fala uma asneira dessas?

Juca disse...

e voce, ja foi em alguns desses paises pra saber se a ONU atua da forma correta? todo mundo se beneficia com as doações? Voce preferiria a ONU tomando conta do Brasil enquanto tem um presidente local que tem menos autonomia que uma instituição estrangeira?
Olha, em nenhum momento quis dizer que a a atuação da ONU é uma porcaria e não serve pra nada, só alertei sobre os pontos negativos da atuação dela, e queira acreditar ou não, ela não atua de forma totalmente certa nesses países. Faz uma pesquisa nos países citados e depois me fala se devemos dizer que a ONU está trabalhando bem nesses países ou não. A ONU só ameniza a situação dos países, poderia ser pior, mas ela da uma melhoradinha. Ou voce tem um nome de um país que melhorou bastante depois da atuação da ONU? Acho que não.
As informações postadas vieram de uma matéria da revista Galileu sobre o tema e o livro do antropólogo norte-americano sobre a atuação da ONU no Haiti.
Asneira é o que voce falou. Procure saber a verdade sobre a ONU, nem tudo la é paz.