sábado, 29 de agosto de 2009

Música brasileira conquista o planeta

Não foi um só ritmo, mas a diversidade que permitiu à música brasileira conquistar os Estados Unidos, afirma um documentário lançado recentemente por lá.
De Carmen Miranda e Tom Jobim, ao Forró e ao Funk de favela. Esse é o tema do documentário ‘Beyondipanema’, “Além de Ipanema”, de Guto Barra e Beco Dranof, conta a história do sucesso da música brasileira nos Estados Unidos. Com o Pop de Sérgio Mendes, a Bossa Nova, o Tropicalismo e a MPB. O filme estreou no Museu de Arte Moderna de Nova York com o cinema lotado e, assim como a música brasileira, com ótimas críticas.
No início foi a banana. Além dos turbantes e balangandãs, Carmen Miranda trouxe não só sua graça e exotismo tropical, mas o melhor da música brasileira da época, com Ary Barroso e Dorival Caymmi.
Com a Bossa Nova, a música brasileira entrou pela porta da frente nos Estados Unidos, como uma renovação do Jazz americano, que estava sendo atropelado pelo Rock. Sérgio Mendes formatou um novo Pop baseado no Jazz e na Bossa Nova e se tornou um grande sucesso popular, o maior entre os brasileiros até hoje.
Nos anos 90, em busca de batidas dançantes, os DJs internacionais descobriram a música brasileira e um clássico de Tom Jobim marcou o encontro de David Byrne e Marisa Monte.
David Byrne é um personagem chave na divulgação da MPB e do Tropicalismo nos Estados Unidos. Com o seu prestígio pessoal e de sua gravadora ‘Luaka Bop’, a compilação ‘Beleza Tropical’ se tornou um sucesso de público e crítica, e artistas como Os Mutantes e Tom Zé foram descobertos pelos músicos americanos.
São muitas as histórias de sucesso que o filme conta. Como a do grupo ‘Cansei de Ser Sexy’, de Seu Jorge e de Bebel Gilberto, que se tornou o nosso maior sucesso internacional desde Sérgio Mendes.
São muitos os elogios que a música brasileira recebe de jovens artistas de sucesso e prestigio, como Beck e Devendra Bernhart, que se diz o fã numero um de Caetano Veloso e gravou um clássico Tropicalista com a brasileira Cibelle.
O filme mostra que são muitos os caminhos que levaram a música brasileira ao sucesso na América e que tanto quanto a sua qualidade, é a sua diversidade que fascina o público e influencia artistas de grande prestigio das novas gerações, como a inglesa MIA, que está levando para o mundo o nosso Funk de favela.

Um comentário:

Anônimo disse...

http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
site